Logotipo Infocontrol
MENUMENU

Análise de risco na definição de um SPDA

Não existem dispositivos ou métodos capazes de alterar os fenómenos naturais do tempo, de forma a poder prevenir as descargas atmosféricas. Elas podem provocar danos mecânicos imediatos, incêndio e explosão, devido às correntes elevadas que produzem, podendo gerar ainda faíscas perigosas resultantes de acoplamentos resistivo e indutivo, bem como lesões a seres vivos através de choque elétrico por um impacto direto, ou ainda devido a tensões de toque e passo extremamente perigosas, originando ainda falhas ou mau funcionamento dos sistemas internos das instalações, provocadas pelas correntes da descarga, sobretensões ou fenómenos eletromagnéticos.

Sabia que a corrente de uma descarga atmosférica pode atingir valores superiores a 100 kA?

A avaliação da necessidade de proteção, os benefícios económicos da sua aplicação e a definição das medidas a adotar, devem ser determinadas em condições de gestão de risco. Esta gestão de riscos é tratada na IEC 62305-2.

A necessidade de proteção é determinada por inúmeros parâmetros, incluindo a densidade de descargas atmosféricas da zona em questão, tipo de estrutura e suas dimensões, perigo de impacto, perigo de incêndio, entre outros.

Os riscos que devem ser tidos em conta são:

  • R1: Perdas ou lesões permanentes de vida humana;
  • R2: Perdas de serviços públicos;
  • R3: Perdas de património cultural;
  • R4: Perdas de valor económico.

Um dispositivo de proteção contra descargas atmosféricas é necessário sempre que um destes riscos seja superior ao RT (Risco tolerável), definido na norma.

O resultado da análise de risco dita se há a necessidade de instalação de um sistema de proteção contra descargas atmosféricas, e em caso afirmativo qual o nível de proteção mínimo a adotar. Em função deste terão de ser aplicadas medidas de proteção, de acordo com a NP 4426:2013 e IEC 62305-3. O nível de proteção concede à instalação um determinado grau de eficicácia para a proteção contra descargas atmosféricas.

Tabela análise de risco

Realizada a avaliação dos riscos, teremos que dotar a instalação dos mecanismos de proteção contra descargas atmosféricas necessários, em função do nível adotado.  As medidas de proteção a instalar deverão ser:

  1. Sistema de proteção contra descargas atmosféricas diretas
    1. Sistema passivo – Pontas de Franklin
    2. Sistema ativo – Para-Raios Ionizantes
    3. Sistema Híbrido – Gaiola de Faraday e Para-Raios Ionizante
  2. Descarregadores de sobretensão
  3. Rede de terras

Em função do tipo da instalação e das suas especificidades deverá ser aplicado o dispositivo de proteção mais adequado.

Gaiola de Faraday

  • Permite o escoamento eficaz da corrente através da divisão por múltiplos canais;
  • Equipotencialização da estrutura;

Para-raios ionizante

  • Capacidade de antecipar a emissão do traçador ascendente;
  • Raios de proteção superiores;

Sistema híbrido

  • Combina o melhor de ambos os sistemas
  • Proteção de zonas exteriores

Descarregadores de sobretensão

  • Tipo I, para escoamento de correntes na onda 10/350µs – No QGBT e QEE de edifícios dotados de SPDA
  • Tipo II, para escoamento de correntes na onda 8/20 µs- Nos QP
  • Tipo III, para escoamento de correntes na onda 1.2/50 µs – Junto a cargas críticas
  • Linhas de transmissão de dados e voz, bem como linhas CCTV

Rede de terras

  •  Essencial para a proteção de pessoas, ao permitir valores de tensão de toque e passo inferiores aos valores tolerados pelo corpo humano, o bom funcionamento do SPDA, efetuando o escoamento de correntes indesejáveis ao sistema elétrico.

Cada sistema implica a intervenção do projetista eletrotécnico nos trabalhos de conceção e a intervenção do instalador no estado inicial da realização dos trabalhos de construção civil e de toda a empreitada elétrica.

Uma proteção eficaz é conseguida pela adoção de um modelo de proteção global, composto pelo SPDA, descarregadores de sobretensão, rede de terras e pelo perfeito acoplamento e harmonia entre eles, devendo ainda a sua verificação e manutenção ser assegurados no tempo.

CONTACTE-NOS

SUBSCREVA A NEWSLETTER

Receba convites para seminários e eventos, notícias, artigos técnicos,  promoções, divulgação de novos produtos.