Logotipo Infocontrol
MENUMENU

Artigos técnicos

5 passos para dimensionar uma Gaiola de Faraday

O dimensionamento de um sistema de proteção contra descargas atmosféricas mediante uma Gaiola de Faraday deverá encontrar-se em conformidade com a NP EN 62305. Antes de iniciar o dimensionamento é essencial realizar a análise de risco de acordo com a NP EN 62305-2 para determinar o nível de proteção do sistema.

A corrosão nos sistemas de redes elétricas de terras

A corrosão metálica consiste na transformação do material metálico pela interação química ou eletroquímica num determinado meio de exposição, resultando na formação de produtos de corrosão e na libertação de energia. Nos sistemas de redes elétricas de terras a adoção de uma ou mais formas de proteção contra a corrosão dos metais deve levar em conta aspetos técnicos e económicos.

A importância da monitorização da qualidade da energia na redução das perdas financeiras causadas pelas perturbações elétricas

Fiabilidade e consistência do fornecimento de eletricidade são as condições mais importantes para as atividades das empresas industriais e de serviços. Os problemas decorrentes da má Qualidade da Energia incluem interrupções, sobretensões, cavas ou poluição harmónica. Por conseguinte, as cargas ligadas a uma rede com tais problemas falhará, terá um curto tempo de vida e a eficiência do sistema diminui.

Análise de risco para definição de um sistema de proteção contra descargas atmosféricas

A avaliação da necessidade de proteção, os benefícios económicos da sua aplicação e a definição das medidas a adotar, devem ser determinadas em condições de gestão de risco. Esta gestão de riscos é tratada na IEC 62305-2. A necessidade de proteção é determinada por inúmeros parâmetros, incluindo a densidade de descargas atmosféricas da zona em questão, tipo de estrutura e suas dimensões, perigo de impacto, perigo de incêndio, entre outros.

Deteção de desequilíbrios e sobrecargas com a termografia

As imagens térmicas são uma forma simples de identificar diferenças de temperatura em circuitos de sistemas trifásicos, comparando com a sua operação em condições normais. Inspecionando o gradiente térmico das três fases juntas, podemos rapidamente detetar anomalias, numa das fases, devido a desequilíbrios ou sobrecargas.

Introdução à vibração

A vibração em equipamento industrial pode ser tanto um sinal como a fonte de problemas. Outras vezes, a vibração poderá apenas ser uma consequência da operação de uma máquina, não devendo causar qualquer tipo de preocupação. Mas como poderá um profissional da manutenção distinguir entre a vibração normal e a vibração que requer uma resposta imediata para reparar ou substituir um equipamento com problemas?

Melhoramento de redes de terra

As redes de terra assumem um papel fulcral no funcionamento dos sistemas de proteção de pessoas e bens, razão pela qual o seu valor de resistência deve ser alvo de verificação periódica. A Infocontrol dispõe de uma equipa que pode ajudá-lo nessa verificação e de materiais para melhorar o seu valor de terra.

O aço 316L aplicado aos para-raios

O aço 316L tem uma composição muito semelhante ao aço 316, com exceção do conteúdo de carbono. O aço 316L, ao manter o conteúdo de carbono abaixo de 0,04%, inviabiliza as possibilidades de precipitação de carbono, aumentando assim a resistência à corrosão.

Aço cobreado SPDA
para-raios radioativos

Para-raios radioativos

Os para-raios radioativos foram os primeiros de ionização artificial a existir. Estes para-raios foram instalados sem qualquer tipo de restrição, controlo ou registo de onde foram aplicados. O trabalho que a Infocontrol tem vindo a desenvolver permite concluir que em Portugal foram instalados alguns milhares destes equipamentos.

Porquê elétrodos de 250 microns?

Desde que começou a comercializar sistemas de proteção e sistemas de terras, a Infocontrol aconselha a utilização de elétrodos em aço cobreado com 250 microns, em sequência das referências normativas nacionais (NP4426) e internacionais (IEC 62305-4).

elétrodo de terra para sistema de rede de terras
Descarregadores sobretensão

Proteção contra sobretensões

Os utilizadores de equipamentos eletrónicos, equipamentos de telecomunicações ou sistemas de processamento de dados enfrentam o enorme desafio de os manter em funcionamento, apesar dos fenómenos de sobretensão que podem ter origem em descargas atmosféricas. Este fenómeno natural de curta duração (na ordem dos microsegundos) origina correntes muito elevadas e consequentemente altamente destrutivas.

Redes de terra – Porquê pagar mais caro?

Os condutores em aço cobreado consistem em condutores em aço com um revestimento eletrolítico de 70µm de cobre, o que lhes garante uma elevada resistência mecânica à corrosão, traduzindo-se assim numa solução fiável e robusta. Tudo isto a um custo bastante mais  reduzido do que o das  vulgares soluções em que se recorre à utilização dos condutores em cobre.

Redes de terra – Resistividade do solo

A medição da resistividade do solo é de extrema importância para um bom dimensionamento de uma rede de terras. Trata-se de uma medida preventiva pois previne situações em que se efetua redes de terras considerando boas resistividades, mas que, ao medir a resistência de terra, esta é de valor elevado.

Reduza a sua fatura de eletricidade e poupe dinheiro

Sabia que o valor correspondente ao consumo de energia reativa pode ser eliminado da sua fatura? Como? Através da instalação de sistemas de correção de fator de potência.
A instalação de sistemas de correção de fator de potência é um investimento que pode ser recuperado em poucos meses através da poupança em energia reativa.

correção de fator de potência

CONTACTE-NOS

SUBSCREVA A NEWSLETTER

Receba convites para seminários e eventos, notícias, artigos técnicos,  promoções, divulgação de novos produtos.

Fale connosco